Via Verde: nova expressão de centralidade em Rio Branco, Acre-Brasil

Bibliographic Details
Authors and Corporations: Mendonça, Janete Farias, Cavalcante, Maria Madalena de Aguiar, Morais, Maria de Jesus
Title: Via Verde: nova expressão de centralidade em Rio Branco, Acre-Brasil
In: urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, 11, 2019
published:
FapUNIFESP (SciELO)
ISSN/ISBN: 2175-3369
Summary:<jats:p>Resumo O presente texto traz uma discussão acerca da valorização imobiliária em Rio Branco, capital do Estado do Acre. O poder público, como forma de direcionar o crescimento urbano para outra porção da cidade, decidiu criar um novo centro administrativo e descentralizar alguns serviços. A área destinada a receber esses serviços foi a Via Verde, um lugar com grandes extensões de “espaços vazios” que, aos poucos, foi sendo ocupado. Essa Via é parte da BR-364, que foi pavimentada em 2006 e, a partir da materialização de investimentos públicos e privados, ano após ano, tornou-se a área mais valorizada da cidade. Esse processo promove um mercado imobiliário formal restrito, que limita o acesso de grande parte da população aos espaços urbanos mais valorizados. No entanto, a descentralização desses serviços para essa alça viária é a materialização do desenvolvimento econômico na capital, pois tem incentivado novas rotas para a expansão territorial, além da inserção de atividades outrora alheias a essa cidade. Nesse sentido, o objetivo deste texto é discutir a materialização de investimentos na Via Verde e a valorização imobiliária que esses empreendimentos têm gerado no entorno dessa nova alça viária, tornando a uma nova expressão de centralidade em Rio Branco.</jats:p>
Type of Resource:E-Article
Source:FapUNIFESP (SciELO) (CrossRef)
Language: Undetermined